<BODY>


Nome:

Email:

Site:

Mensagem:


Digite seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente as novidades do Kibe Loco!



kibeloco@kibeloco.com.br


Este é um site de ficção e fantasia.
Toda e qualquer semelhança com
fatos e/ou nomes reais é mera coincidência.


Coloque o banner do Kibe Loco
no seu site. Copie o código
abaixo no seu template:

 

20.3.07

 

FILME CABEÇA

Qualquer publicitário sabe: há pouco tempo, se um cliente quisesse investir em uma grande campanha, a verba de mídia era dividida entre TV (a maior parte), revistas, jornais, outdoors, rádio e, quando sobrava algum troco, internet. E nada muito original. Geralmente um banner adaptado da peça estática e olhe lá.

Graças a inúmeros fenômenos de populariadade made in web, que atingiram em cheio uma faixa do mercado com alto poder aquisitivo e formador de opinião, a importância da internet nesse processo cresceu de maneira considerável. E não falo apenas de volume, mas também de forma.

Pagar por um banner na Globo.com, UOL, etc. é quase que uma obrigação para um cliente se fazer visível, mas anunciar em sites de conteúdo viral (que se espalha com facilidade), segmentado ou dinâmico, pode exigir mais que um banner.

Os casos de maior sucesso até hoje foram da IED, Tilibra e MasterCard, que não se restringiram a formatos tradicionais e inovaram na maneira de aparecer na rede. E a lista vai aumentar.

A Neosaldina, conhecida por aliviar enxaquecas há anos, criou um Festival de Curtas para cineastas iniciantes com o tema... "Dor de Cabeça". Os cinco melhores entre os mais votados serão premiados (o vencedor terá sua obra exibida na MTV e ainda leva R$ 5 mil para casa). E pelo visto abaixo, o humor será bem explorado pelos concorrentes...



Aí você me pergunta: e o Kibe Loco? Vai produzir um vídeo? E eu respondo: não. Estou com dor de cabeça.