<BODY>


Nome:

Email:

Site:

Mensagem:


Digite seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente as novidades do Kibe Loco!



kibeloco@kibeloco.com.br


Este é um site de ficção e fantasia.
Toda e qualquer semelhança com
fatos e/ou nomes reais é mera coincidência.


Coloque o banner do Kibe Loco
no seu site. Copie o código
abaixo no seu template:

 

1.8.06

 

HORA DE BRASÍLIA

Conforme escrevi mais abaixo, estive ausente do site nos últimos dias graças a algumas viagens no fim da semana. Um dos meus destinos foi Brasília, e a capital federal foi surpreendente. Não sei se foi a arquitetura, a hospitalidade, o clima de sauna seca, as gêmeas Millian e Millene na pista do Gate's ou a ausência de políticos (era um fim de semana, lembram?), mas desde o avião, acontecimentos e diálogos inusitados marcaram minha estada. Por isso, divido com vocês, um pouco de...



Episódio 1 - no avião

Escala em Goiânia e, momentos antes de levantar vôo, o Comissário de Bordo prossegue com suas orientações:

"Lembramos que seus assentos são flutuantes para o caso de pouso no mar."

Peraí... "pouso no mar"?!? Só para constar:


Medo. Muito medo.

Episódio 2 - no hotel

Depois de preencher a ficha, o recepcionista me pergunta:

"O Senhor tem preferência por andar alto ou andar baixo?"

"Andar alto, por favor" - respondi.

"Sim Senhor."

Antes de me entregar a chave do quarto, o atento recepcionista viu, com um canto de olho, um ambulante que se aproximava da porta do hotel para oferecer bijuterias aos hóspedes. Sem perder tempo, fez sinal para um dos mensageiros se aproximar do balcão e sussurou:

"Tira esse hippie daí que o Naya tá chegando!"

Eu, que perco a etiqueta de fingir que não ouvi mas não perco a piada, comentei:

"Esse 'Naya' é o Sérgio Naya, por acaso?" - todo engraçadalho, eu.

"É sim Senhor. Esse hotel é dele."

"Posso trocar por andar baixo?"


Episódio 3 - no carro

"Eu não conseguiria morar aqui, sabia?"

"Por quê?"

"Porque Brasília não tem esquina. E eu sou carioca. Preciso de uma esquina para comprar o jornal, ir à banca de jornais, correr o risco de ser assaltado... essas coisas."

"Mas isso é bom. Olha como o trânsito daqui flui."

"Isso é verdade."

"E além do mais, aqui não tem buzina."

"Como assim?"

"Ninguém buzina em Brasília. Pode ouvir."


(pausa)

"É mesmo. Que coisa!"

"Isso sem falar que a qualidade de vida aqui é ótima. É a maior renda per capita do país."


(pausa)

"Hmmm. E ali é..."

"Ali é o Congresso."

"'Renda per capita', né? Sei..."


Episódio 4 - no restaurante

O garçom se aproximou da mesa e perguntou:

"Já escolheu, Senhor?"

"Você tem sashimi de salmão?"

"Infelizmente não, Senhor. O salmão está em falta."

"Mesmo? Tem sashimi de quê?"

"Olha, aqui em Brasília o pessoal gosta muito de robalo"

"'Robá-lo'?"

"Exatamente, Senhor."

"Eu já sabia."