<BODY>


Nome:

Email:

Site:

Mensagem:


Digite seu e-mail no campo abaixo e receba gratuitamente as novidades do Kibe Loco!



kibeloco@kibeloco.com.br


Este é um site de ficção e fantasia.
Toda e qualquer semelhança com
fatos e/ou nomes reais é mera coincidência.


Coloque o banner do Kibe Loco
no seu site. Copie o código
abaixo no seu template:

 

27.7.05

 

SEGURO MORREU DE VELHO

Corpo sendo velado é vítima de bala perdida no Rio

Clenilda da Silva, 50 anos, foi atingida por uma bala perdida na tarde desta terça-feira no Rio de Janeiro. Detalhe: dona Clenilda já estava morta. Seu corpo estava sendo velado no cemitério São Francisco de Paula no momento do incidente. "É um fato inédito. Em 150 anos de cemitério é a primeira vez que alguém morre duas vezes. É mole?", disse Elinaldo Manoel da Silva, que trabalha no setor administrativo do cemitério.

A bala, provavelmente de fuzil, atravessou a janela da capela, estilhaçou o vidro e perfurou o caixão de Clenilda, que foi enterrada com a bala alojada na bacia. O atestado de óbito não informa a causa da morte da aposentada, indicada como "indeterminada".


***

"Indeterminada"? A Globo que me perdoe, mas isso é que é tira-teima.